Trote manda pra fora da Universidade

Embora todos os anos sejam amplamente denunciados na imprensa e condenados pela opinião pública brasileira, os trotes persistem na nossa universidade, pouco se ouvindo falar desta prática nos demais níveis de ensino, embora exista o builling no ensino médio, técnico e até mesmo no ensino fundamental. A verdade é que na universidade este tipo de violência toma conotações próprias porque praticada por indivíduos adultos, quase graduados, veteranos. O trote da corpo e rosto ao espírito de corpo, incorporando o lado mau e anti-educativo presente na instituição universitária, tornando-se expressão de coletivos organizados para burlar a disciplina universitária na fila/cola etc., e é por isso que necessitam de ritos de inicialização tão brutais, pondo a vida de outros jovens em risco.

É incrível que até hoje, depois da redemocratização, depois de leis que abjuram à tortura, esta prática se perpetue e Conselhos Universitários se mobilizem apenas após os fatos ocorridos, quando verdadeiramente eles tem data certa para ocorrer todos os anos.

A função dos trotes é comprometer profundamente os adeptos das máfias escolares à força e sua consequência é mandar muitos jovens para fora das universidades, de onde retornam profundamente desiludidos, porque desamparados pela sociedade no momento em que sua parte foi completamente cumprida no desenvolvimento do processo mais seletivo da vida adulta, o vestibular. Fica reforçada a proposta de que a universidade é para alguns. Fica claro que a instituição educativa serve também para reproduzir o caos dessa sociedade profundamente doente.

Anúncios

Sobre Stelio Araujo

Professor do ensino técnico por 37 anos, atualmente aposentado da função pública, sempre ativo na pesquisa de temas ligados a educação, tecnologia, eletrônica e informática.
Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s